//Caminhão roubado? Monitoramento por câmera veicular e mais 3 ações preventivas que realmente funcionam.

Caminhão roubado? Monitoramento por câmera veicular e mais 3 ações preventivas que realmente funcionam.

Ações preventivas contra roubos de carga - monitoramento por câmera veicular

monitoramento por câmera veicular

Oque monitoramento por câmera veicular tem a ver com Roubo de carga, que é hoje uma das principais preocupações dos gerentes de frotas de caminhão?

Infelizmente, os índices de segurança nas estradas pouco melhoram com o passar dos anos, o poder público parece não ter muitas soluções para resolver o problema em curto prazo, por isso, cabe às empresas buscar formas de reduzir as estatísticas de sinistros.

Com certeza, o gerenciamento de riscos é um setor fundamental para que sua empresa tenha sucesso nessa empreitada. Entenda a importância de boas práticas de gestão de riscos e confira ações preventivas contra roubos de carga que sua empresa pode adotar a partir de agora.

Acompanhe!

Gerenciamento de riscos

Como o próprio nome diz, trata-se de um conjunto de estratégias com o objetivo de reduzir todos os riscos inerentes ao transporte de cargas. Exemplo:

  • Estradas em péssimas condições;;
  • Acidentes de trânsito;
  • Roubo de carga;
  • Profissionais com comportamento antiético;
  • Danos ambientais;
  • Erros no carregamento, armazenamento ou descarregamento.

Um plano completo de gerenciamento de riscos aponta soluções e orientações que devem ser seguidas a fim de reduzir a margem de ocorrência de tais incidentes durante o traslado.

Em outras palavras, são diversas as medidas já testadas pelo mercado e comprovadamente eficazes que sua empresa pode implementar para garantir mais segurança durante o frete.

Vamos a elas!

Definição de rota: um denominador comum entre segurança e economia

A fim de elaborar a rota ideal para sua frota, você precisa estar munido de dados sobre as condições das estradas, índices de assaltos e pontos de parada. Com essas informações, fica mais fácil definir o caminho mais seguro e econômico para a entrega do frete.

Algumas empresas ainda utilizam o rotograma em papel para garantir que o motorista siga o roteiro planejado. Contudo, houve um grande avanço tecnológico no setor de TI voltado aos transportes nos últimos anos, proporcionando o surgimento de ferramentas mais completas. É o caso do rotograma falado.

Rotograma Falado

O rotograma falado, assim como seu antecessor, atua como um guia para a equipe responsável pelo frete. A diferença é a programação automática.

A nova ferramenta dita ao motorista todo o trajeto, indicando os pontos de parada e acompanhamento de horário, além disso ela permite ao gerente de operações indicar ao motorista os trechos críticos, como uma curva perigosa ou um asfalto ruim, por exemplo.

Funciona assim: imagine que o veículo está se aproximando de um trecho crítico. Nesse momento, o aparelho “fala” automaticamente ao motorista: “curva perigosa a 500 metros, reduza a velocidade”. Ora, mas qual é a vantagem da ferramenta? Apresentamos três motivos que fazem com que o rotograma falado seja um excelente aliado do gestor de riscos e operações:

  1. Você não precisa monitorar o motorista para saber se ele está conferindo ou não o mapa;
  2. Caso a notificação seja desrespeitada, no mesmo instante o sistema envia um sinal para a central de controle avisando sobre a “desobediência”;
  3. Exatidão nos apontamentos de trechos críticos.

Porém, não basta implementar o rotograma falado, programá-lo e achar que tudo está pronto e não há nada mais a ser feito.

De forma alguma!

O dispositivo é um instrumento que visa otimizar a definição prévia das melhores rotas para o transporte e garantir que a equipe siga o planejamento, sem equívocos, chegando a seu destino em segurança.

Planejamento de rotas

Para que essa etapa tenha sucesso, é preciso:

  • Uma avaliação correta dos riscos nas estradas;
  • A implementação das ferramentas;
  • A capacitação dos profissionais para utilização das ferramentas;
  • Análise dos resultados obtidos para ajuste de eventuais falhas na estratégia.

Seguir esse planejamento para definição de rotas pode evitar, por exemplo:

  • Danos ao veículo e à carga causados por estradas em más condições;
  • Acidentes de trânsito;
  • Assaltos e roubos.

Capacitação dos colaboradores: arrumando a casa

Tão importante quanto elaborar um gerenciamento de riscos completo é confiar que seus profissionais irão segui-lo à risca. O que não é tão difícil quando você acompanha todas as etapas de contratação, desde o recrutamento até a primeira viagem.

E, quando falamos em confiança, não tratamos apenas da lealdade do profissional, mas da capacidade de executar com perfeição o que é planejado, como: fazer bom uso das ferramentas tecnológicas à disposição, seguir a rota prevista e obedecer ao gerente de operações.

Qualificar a equipe é fundamental para qualquer estratégia da companhia dar certo, seja por razões de segurança, economia ou produtividade.

Portanto, certifique-se de que os profissionais contratados estejam dentro do perfil esperado e capacitados para lidar com os procedimentos básicos da sua empresa.

Processo de seleção dos motoristas

Um processo de seleção minucioso e a promoção de bons treinamentos pode garantir, certamente:

  • Menos problemas por comportamento antiético;
  • Diminuição de erros de carregamento, armazenamento e descarregamento;
  • Boa resposta às orientações dos superiores.

À primeira vista, são ações desconectadas com o risco de roubo de carga. Porém, um profissional exemplar que cumpre o planejamento e as rotas projetadas pode ajudar, e muito, nessa empreitada.

Sistema de monitoramento por câmera veicular embarcado contra caminhão roubado

O DVR Veicular para empresas de transporte de cargas não evita propriamente os assaltos e roubos. Porém, assim como as demais medidas que citamos, é um equipamento capaz de inibir algumas ações criminosas.

Já existem sistemas com câmeras veiculares internas e externas de excelente resolução, inclusive em ambientes pouco iluminados, que podem registrar os rostos dos assaltantes e placas de carro ou motos utilizadas durante o roubo, facilitando o trabalho das entidades responsáveis pela investigação.

Essa funcionalidade ajuda a intimidar eventuais meliantes, reduzindo o número de roubos de carga.

Benefícios do DVR Veicular e do monitoramento por câmeras veiculares

Sendo assim, o sistema de monitoramento embarcado ou DVR Veicular pode:

  • Afastar assaltantes, diminuindo o número de assaltos e roubos;
  • Aumentar a sensação de segurança da equipe e do cliente.
  • Utilizar as imagens do monitoramento por câmera veicular internas e externas para elucidas eventuais problemas.

Mas, se você ainda tem dúvidas sobre o modelo ideal, confira aqui o DVR Veicular ideal para sua frota.

Em conclusão, estas são as principais ações preventivas contra roubos de carga que a sua empresa pode implantar a partir de agora. Você conhece mais alguma? Deixe o seu comentário!

manual completo para gestores de frotas

Manual completo para gestores de frotas.

By | 2020-04-09T16:18:33+00:00 março 28th, 2017|Câmera Veicular|0 Comments

About the Author: